You are currently browsing the monthly archive for dezembro 2011.

Feliz Natal e um ótimo ano novo.
E um pouco de poesia. Quem sabe.

Beijos.

*verão de folga no blog.
Gravando com a Casamadre. (se tudo der certo =)

Anúncios

É só olhar para o alto
Que o infinito
Bate em nosso rosto

Como viver
Sabendo nosso tamanho

Somos tão pouco
E o todo

Espanto

Nos resta o que inventamos

Everton Behenck

Mais uma música da San German.
Brincadeira de leve.
Bj.

Eu te trouxe
Esse medo honesto

De sonhar tão alto

Mas também trouxe
O desenho ingênuo

De um par de asas

Para que você as invente
Comigo

Eu te trouxe o perigo
E o alivio

Que é sentar-se à sombra
De outra pessoa

Pouco importando que doa
A eventual fratura

Do futuro

São bonitos os planos
Mesmo quando não os realizamos

Mas para que você não pense nisso
Eu trouxe essa fé

Que eu fiz

Com restos de deus
E outras tantas sobras de demolição

Nao parece muito
Eu sei

Mas imagine quantos pedaços
Desencontrados foram necessários

Para que eu pudesse
Sem nenhuma prece

Construir
Apenas com as mãos

Um milagre

Para que ele
Me salvasse

E assim eu pudesse
Te trazer tantas coisas

Que nem mesmo eu sabia
Que tinha

Everton Behenck