Não lembro
Do primeiro

Beijo

Nem o que me disseram
Os lábios

Quando se calaram
Em outra boca

Era um menino
De muita idade

Naquela época

Já havia perdido ela
Há muito tempo

E até hoje

Em todo verso
De amor

Que escrevo
Invento seu beijo

Everton Behenck

*poema que eu fiz respondendo uma pergunta da querida Angelica Seguí no blog Gaveta das Calcinhas
http://wp.clicrbs.com.br/gavetadascalcinhas