Tenho esperado por ti
Até que as horas

Despetalem-se

Em suspiros ansiosos
E do brilho desse sopro

A contragosto

Venha se encher
A espera de novo

Tenho aguardado
Ansioso

Que teus olhos

Me batizem
Com o nome verdadeiro

De amar singelo
Esse mundo todo

E o medo

Que esquecemos
Por um momento

Para sermos leves
E sem culpa

Nenhuma

Tenho te esperado
Para que dos teus braços

Se estenda
Um sentido mais bonito

E me diga que é possível
Simplesmente

Deixar-me
Em ti

E que isso
Seria quieto

E doce

E sólido
No que há de frágil

E perigoso

Ao nos colocarmos assim
No outro

Everton Behenck

Anúncios