Vivo

Essa sensação
De que ninguém virá
Sentar comigo

Ao final de tudo isso

Para explicar o propósito
De minha natureza

De célula

Vivendo sempre
A expectativa da cópula

Tão óbvia

Essa dependência
Única e exclusiva
Da nossa capacidade de ter fé

Dever ser algo muito importante

Por favor
Me conte

Everton Behenck