Cultivo a delicadeza
Como uma flor

Mesmo que falar de flores
Já não seja do agrado

Dos literatos

Suavizo meu tato
Mesmo sabendo
Que vivo

Me ferindo
Nos cacos do dia

Em suas idiossincrasias

Cultivo a delicadeza
Porque é preciso

Toco leve
Para que a dor seja breve

No que me pede

Everton Behenck

Anúncios