Meu zelo
É pela palavra não dita

Pelo carinho
Intuído

No gesto desfeito

Que às vezes
É mais que um beijo

Meu apego
É pelo pedido da mão

Se aproximando lentamente
Em seu silêncio
De gente

Que não sabe dizer

Meu ofício
É escrever essas palavras
Escondendo seu sentido

Para que só
E quem sabe

Você saiba

Everton Behenck

Anúncios