A paz das coisas
Que se movem

Inocentes

O motor de um automóvel
Automaticamente

Mesmo quando persegue
A vida em uma ambulância

As dobradiças de uma porta
Que leva e traz de volta

Mesmo quando fugimos
Ou voltamos

Depois de anos

O significado
Despretensioso
De um avião pousando

Há um poema imenso

Nas asas de metal
Cortando o tempo

Há um oceano
Mecânico

Juntas que nunca vão doer
O mundo se movimentando

Ao nosso encontro
Ou nos contrariando

A paz de todas as coisas
Que inventamos

Tudo está em paz
Nós não estamos

Everton Behenck

Anúncios