Será que foram as preces
Que eu não fiz

Que te trouxeram pra mim

Que movimentos imensos
De astros que não vejo

Na órbita limitada
Dos olhos

Te trouxeram

Que destino
Escrito

Nessa língua
Em que sou tão analfabeto

Te pôs perto

Para que eu enxergasse o afeto
Como a aparição

De alguma santa
Que revela segredos

A seus eleitos

E esses
Nunca mais são os mesmos

Que tipo de milagre
Revirou o tempo

Para que uma mulher
Me fizesse voltar a ter fé

Everton Behenck