Entrarei no taxi
Rumo ao aeroporto

E ao descer estarei em frente a tua casa

Entregarei o bilhete
De embarque

E meu dedo tocará a campainha
Do seu prédio

Entrarei no avião
E o corredor levará

Ao seu apartamento

Apertarei o sinto
E escutarei teus passos

Vindo

Ao colocar os pés
Em outra cidade

Você me dará a mão
Ao descer as escadas

Esperando o motorista
Abrirei a porta do meu carro

Para que você entre

Entrando no hall
De um hotel estranho

Te pedirei um beijo

Antes de abrir a porta
Da minha própria casa

Largarei a mala
Como se fosse sua bolsa

E deitarei na cama
Como se você estivesse ao lado

Fecharei os olhos
E por um momento

Estarei onde está meu pensamento

Everton Behenck