É tão dolorido
Te deixar aqui

No chão frio
Dessas palavras

Onde antes você encontrava
Tanto abrigo

Voltamos novamente
Ao início

O primeiro passo
Caindo exato

Na pegada do último

A lembrança
Colocando seus tijolos

Tão sólidos

Erguendo essas paredes
Onde logo mais

Procuraremos
Uma porta

Inexistente

Que terreno ficará trancado
Nesse metro quadrado

Cercado

Dois de nós
Lado a lado

Imaginando o que há
Lá fora

Nunca vamos
Embora

Mesmo agora

Apenas nos deixamos
Ir com outro

Que também somos

Everton Behenck