Nada mais me emociona
Então

Me emociona o vácuo
Em sua incapacidade de chorar

Nada mais
Me adentra os olhos

Buscando a lágrima
Então

Choro de saudade

Nada mais me guia
Na luz de um sonho
Então

Ando ao encontro
Dessa solidão

Que somos

Everton Behenck