Foi no parapeito
Dessa janela

Que pensei
Pela primeira vez

Entre outras coisas
Menos exatas

Que pessoas
Se matam

E nem sempre
Estão erradas

Naquela fresta de horizonte

Percebi que tudo
Tende a ir para o mundo

De algum jeito

E a vontade de ver
O que há lá fora

Foi como um instinto
De estar sempre partindo

Everton Behenck