Nessa estrela
Esquecida

No universo

O que pode um verso
De amor?

De que serve um acesso
De raiva?

Nesse planeta
De atmosfera azul

De tom blues

De que serve a música
Que toca

Oferecendo e pedindo socorro

Sem ter certeza
De onde vem

E para onde vai a tristeza

Tudo sempre volta
Nota por nota

Ao normal

E resta só
Um pequeno eco

Nesse pequeno universo
Que somos nós

De que serve essa necessidade
De inventar a eternidade

De seguir sempre adiante
Para onde?

Nesse planeta esquecido

De que servem os pedidos
De socorro

Olhando o céu
Ou as páginas de um livro

Estamos inevitavelmente perdidos
E como é bonito

Everton Behenck