Essa saia
Guarda mais
Do que há sob ela

Guarda os olhos
Que sobem as coxas
Até sumir o olhar

Na pele

Guarda as mãos
Que descobrem
Os centímetros

Das pernas

E só descansam
Entre elas

Essa saia
Guarda mais
Do que há sob ela

Guarda a boca
Que só encontra palavras
Em teu gosto

Guarda a expressão
Do rosto

No gozo

Essa saia
Guarda mais
Que tuas pernas
Guarda um homem inteiro

Se perdendo

Everton Behenck

Anúncios