Onde te escondeu
No fim daquele dia

Eu ainda conto
Aquelas horas

E você ainda vai embora
Todas as manhãs

E não volta

E talvez seja por isso
Que não quero um filho

Eu te dei a extrema unção
Pai

Te toquei a testa
Atirei o primeiro punhado
De terra

Mas fui buscar teus dentes
No outro dia

Para colocar em minha boca

Sempre foi você
No meu rosto

Sempre fomos
Uma mesma parte

Em seu caráter

Herdei de ti
O amor à mulher
E seu vício

A dureza do que é reto

A diferença
É que sou minha própria medida

Eu crescia
E ia em tua direção

(mesmo no sentido contrário)

Você mais velho
Vinha a mim
Criança em sua esperança

E fizemos uma ciranda
Com nossos passos
Trocados

Eu herdei de ti
A vontade de voltar

Everton Behenck

Anúncios