Não me serve o oceano
Em sua profundidade

Não me cabe
Sua lágrima

De tempo e sal

Ancestral do choro

Não serve para nada
Seu mundo silencioso

Além da lembrança

De que a palavra
Também é inútil

Não me serve o mar
Nem o exemplo de seu trabalho

Lento

Quando tenho tão pouco tempo

Everton Behenck

Anúncios