Parabéns
Todos os homens
Do mundo
Querem te comer

E agora?
O que sobra?

Um sorriso ingênuo
Que não é mais
Que tua idade
Descompassada

Parada na porta
Da tua vida

Sem ser vista

E agora?

Que tudo se resume
A esse espaço
Entre tuas pernas

O que resta?

Everton Behenck