Deve haver um lugar
Uma dimensão perdida
No espaço entre nossas vidas

Onde estamos juntos
Com uma casa esperando filhos

E na parede uma foto
Onde a barra do teu vestido de noiva
Carrega as marcas da dança
E teu rosto um sorriso de aliança

Deve haver
Em algum universo

Paralelo

Ponteiros que esperam
Que eu volte do trabalho

Com um vinho para a janta
Com as fotos impressas
Do último fim de semana

E sobre a cama
Você aguarda
O beijo

Minha boca em teu seio

Deve haver um mundo alheio
Onde somos inteiros

Everton Behenck

Anúncios