Não sei exatamente
Onde
Deitar o corpo

Ao cair da noite

Não sei bem
Que cama

Chama

Que mulher
Me ama

E qual me consome

Combustível
Inflamável

Infalível
No seio farto

De espera

Não sei bem
Quem era ela

Nem onde estivera
Antes

De me colocar inteiro
Na boca

E me tornar
Seu idioma

Everton Behenck