Fico aqui
Esperando cada aceno

Que concede

Aos pés
O próximo passo

Cada sorriso
Como um capacho escrito:

bem-vindo

Como a chave ausente
De uma porta sem dentes

Fico pedindo ao contrário
Esmola aos miseráveis

Incorporo
Seu espírito mendigo

Vestindo ao avesso

Um maltrapilho
Oferecendo suas posses

Impossíveis
Implorando que as aceitem

Quer um trocado?

Pelo amor de Deus

Everton Behenck