Meu peito

É uma catedral vazia

Na quarta-feira de cinzas

 

No centro do meu peito

Senta-se um bêbado

Com seu último copo de whiskey

Sem gelo

 

Meu peito

É o dinheiro que paga a puta

A lâmina de onde o sangue

Não desgruda

 

No meu peito um louco uiva para a lua

E de dentro do meu peito

Um peito luta

 

E uma mulher nua

Espera o amor

Úmida entre as pernas

 

Meu peito é a treva

Onde um coração bate sozinho

Por não saber o caminho

 

Everton Behenck