Esta saia só faz sentido

Envolvendo tuas pernas

Longe delas

 

É só um pano

Desbotando o espanto

Da tua ausência

 

Esta blusa só existe

Quando guarda o segredo

Dos teus seios

 

Fora da tua pele

As formas desaparecem

E não há quem reconheça

 

Beleza

 

Quantas coisas só existem em tua presença

 

Everton Behenck